EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

"Os exercícios militares são concebidos para provocar medo"

China realiza exercícios militares em Taiwan.
China realiza exercícios militares em Taiwan. Direitos de autor Chiang Ying-ying/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved.
Direitos de autor Chiang Ying-ying/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved.
De  Euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Os exercícios militares da China perto de Taiwan aumentam o receio de uma potencial invasão do território.

PUBLICIDADE

A China intensificou esta quinta-feira, 04 de agosto, os exercícios militares perto de Taiwan, uma atitude que faz aumentar o receio de uma potencial invasão do território. Contudo, o professor Alessio Patalano, docente de estudos de guerra no Kings College de Londres não aponta esse cenário como sendo provável.

Os exercícios militares são concebidos para provocar medo
Alessio Patalano
Professor de estudos de guerra no Kings College de Londres

Alessio Patalano acredita que os exercícios militares são levados a cabo para provocar medo aos taiwaneses e para "dar a ideia de que a reunificação é inevitável, reforçada e subscrita pelo duro poder".

Apesar disso, o professor acredita que é uma coisa diferente "dizer que isto enfatiza as fases preliminares de uma invasão".

"Se os exercícios durarem mais tempo, isso poderá criar perturbações significativas no transporte marítimo e na economia taiwanesa porque as áreas onde os mísseis caem estão fora dos principais portos de Taiwan", acrescentou ainda.

A crescente tensão entre Pequim e Taipé, que se intensificou após a visita da representante norte-americana Nancy Pelosi a Taiwan, preocupa a comunidade internacional e já levou mesmo a ilha a fechar o espaço aéreo.

Entretanto, Pequim já ordenou que a marinha e a força aérea evitam a realização de exercícios militares na zona à volta de Taiwan.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Putin acusa Washington de querer prolongar guerra na Ucrânia e de alimentar conflitos no mundo

China castiga Taiwan após visita de Pelosi

Presidente da Câmara dos Representantes dos EUA aterra em Taiwan e China reage