This content is not available in your region

Esquiar nas montanhas africanas do Lesoto

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Turista sul-africana em Kapoko Afriski
Turista sul-africana em Kapoko Afriski   -   Direitos de autor  AP Photo/Jerome Delay

Enquanto milhões de pessoas em toda a Europa têm dificuldade em respirar num verão que bate recordes de temperatura, há gente a esquiar em África.

É em Kapoko Afriski, nas montanhas Maluti do Lesoto, a única estância de esqui no continente africano, a sul do equador.

 Meka Lebohang Ejindu, instrutor de snowboard não esconde o entusiasmo: "Nasci originalmente em Londres, mas passei os últimos 12 anos a ensinar esqui e snowboard na Áustria. E esta é a primeira época em que esquio no Hemisfério Sul, na África do Sul. Mas a minha família é daqui. Por isso, é um pouco nostálgico que eu tenha esquiado em solo do Lesoto, pois a minha família é daqui. Por isso, é um prazer".

Mas nem todos são profissionais. A maioria precisa de aulas de esqui para evitar acidentes e poder aproveitar a neve que, muitos, veem aqui pela primeira vez.

Esta estância é procurada por gente vinda de toda a África, mas sobretudo da vizinha África do Sul, como Kafi Mojapelo, que diz que tem andado a ver anúncios no Youtube e pensou que queria mesmo experimentar isto. "Nunca tinha visto neve e isto é mesmo uma grande experiência", afirma.

Kapoko Afriski é o único parque de neve livre no continente e os concorrentes fizeram fila no mês passado para a competição anual de snowboard e esqui de Winter Whip Slopestyle.