This content is not available in your region

Forças Armadas ucranianas mantêm ofensiva no sul do país

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Forças Armadas ucranianas continuaram operações ofensivas no sul da Ucrânia
Forças Armadas ucranianas continuaram operações ofensivas no sul da Ucrânia   -   Direitos de autor  Euronews

As Forças Armadas ucranianas continuaram as operações ofensivas no sul da Ucrânia, apoiadas por ataques intensivos de longo alcance contra o comando russo e pontos logísticos em toda a zona ocupada - diz o Ministério da Defesa do Reino Unido.

De acordo com a última atualização dos serviços secretos, o Ministério da Defesa da Ucrânia divulgou imagens de aeronaves ucranianas a operarem mísseis anti-radiação de alta velocidade, projetados para localizar e destruir radares.

A Rússia dá prioridade a fortes defesas aéreas terrestres – e a cobertura por radar é fundamental na operação na Ucrânia.

A destruição substancial e sustentada dos radares da Rússia com estes mísseis seria um grande revés para a já conturbada situação da Rússia” - adiantaram.

Os militares e o governo ucraniano estão a repetir pedidos para evitar qualquer relato ou previsão da data da contra-ofensiva ucraniana - uma medida essencial se esta contra-ofensiva incluir fintas ou desorientações.

Bloggers russos iniciaram uma operação de informação declarando a contra-ofensiva ucraniana como sendo um fracasso - quase assim que foi lançada. É muito cedo para avaliar o progresso da operação contra-ofensiva.

As autoridades russas divulgaram uma lista das escolas bombardeadas nos territórios ocupados de Donetsk, Luhansk, Kharkiv, Kherson e Zaporizhia, incluindo coordenadas precisas alertando sobre possíveis ataques ucranianos quando o ano letivo começar a 1 de setembro.

O Instituto para o Estudo da Guerra diz que este anúncio pode ser uma preparação para ataques falsos russos às escolas ou para qualquer outro propósito.