This content is not available in your region

Banco Central Europeu aumenta em 0,75 pontos percentuais as taxas de juro de referência

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Christine Lagarde de máscara FFP2, em abril deste ano, em Hamburgo
Christine Lagarde de máscara FFP2, em abril deste ano, em Hamburgo   -   Direitos de autor  Marcus Brandt/dpa via AP

O Banco Central Europeu avança com o maior aumento das taxas de juro para combater a crescente inflação, ao agravar em 0,75 pontos percentuais o valor de referência, fixando-o em 1,25%, em linha com as políticas já seguidas pela Reserva Federal dos Estados Unidos (FED) e outros bancos centrais.

A subida anunciada foi ainda superior ao estimado em julho pela presidente do BCE, Christine Lagarde, e deve começar a ser aplicada a 14 de setembro.

O BCE reviu também as previsões de inflação para o ano corrente e admite agora que 2022 possa fechar com um agravamento dos preços na ordem dos 8,1%, antecipando desde já para 2023 uma inflação de 5,5% e de 2,3% para 2024.

O regulador financeiro da zona euro reviu, no entanto, em alta o crescimento do conjunto dos 19 países da moeda única em 2022, com uma quebra no próximo ano face ao anteriormente previsto.