This content is not available in your region

Tributo global a Isabel II

Access to the comments Comentários
De  euronews
O presidente Sergio Mattarella dirigiu-se à embaixada do Reino Unido, em Roma, onde assinou o livro de condolências.
O presidente Sergio Mattarella dirigiu-se à embaixada do Reino Unido, em Roma, onde assinou o livro de condolências.   -   Direitos de autor  Francesco Ammendola/Francesco_AMMENDOLA

As mensagens de condolências e de tributo à Rainha Isabel II continuam a chegar de todos os cantos do globo.

Em Itália, o presidente Sergio Mattarella dirigiu-se à embaixada do Reino Unido, em Roma, onde assinou o livro de condolências. Mattarella escreveu que a soberana britânica "inspirou, com sabedoria e exemplo, gerações inteiras de cidadãos do mundo" e que Itália "agradece a amizade que lhe foi demonstrada durante os anos do seu reinado."

Em França, o antigo presidente François Hollande e a mulher, a atriz Julie Gayet, deixaram, também, uma mensagem de tributo a Isabel II no livro na embaixada do Reino Unido em Paris.

Do outro do planeta, na Austrália, o governador-geral, David Hurley, o primeiro-ministro, Anthony Albanese, e o líder da oposição, Peter Dutton, participaram numa cerimónia de homenagem a Isabel II, no Parlamento australiano, que contou com a presença, ainda de diplomatas estrangeiros.

Já na Índia, a antiga colónia britânica, vários estudantes de Bombaim criaram obras de arte em homenagem à Rainha Isabel II.