Balanço de vítimas das cheias agrava-se em Itália

Localidade de Pianello di Ostra
Localidade de Pianello di Ostra Direitos de autor ALBERTO PIZZOLI/AFP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Em duas horas, choveu o equivalente ao registado em meio ano

PUBLICIDADE

As fortes chuvas e consequentes cheias que assolam a região de Marcas, no centro de Itália, fizeram pelo menos 11 mortos e dois desaparecidos, entre os quais uma criança de oito anos. Várias centenas de pessoas ficaram desalojadas.

Na localidade de Pianello di Ostra, uma habitante contava que tinha perdido o marido e o filho, que tinha 25 anos e terminado recentemente a faculdade.

A intempérie continuou ao longo do dia de sábado, sendo que foi declarado o estado de emergência. À pergunta "o que se sente a olhar para este cenário", uma moradora dizia apenas "não ter palavras".

Os habitantes foram aconselhados a ficar em casa e, se possível, a refugiarem-se nos pisos mais elevados.

Na zona de Ancona, caíram 400 milímetros de chuva em cerca de duas horas, o equivalente à precipitação habitualmente registada ao longo de seis meses.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Centenas de milhares de pessoas sem eletricidade na Polónia

Chuvas fortes deixam ruas alagadas e carros bloqueados na Sicília

O país mais velho da Europa: o que está por detrás do problema do envelhecimento em Itália?