This content is not available in your region

Lula ou Bolsonaro: O grande desafio do Brasil

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Campanha eleitoral no Brasil
Campanha eleitoral no Brasil   -   Direitos de autor  Eraldo Peres/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved   -  

"Haja Coração!"

A primeira página de um jornal brasileiro esta segunda-feira não deixa dúvidas sobre a intensidade com que o Brasil está a viver esta eleição presidencial.

Lula da Silva esteve à beira de ser eleito; Jair Bolsonaro fez muito melhor do que previam as sondagens.

É um país bipolarizado que vai passar mais quatro semanas de alta tensão.

Nas ruas, todos sentem esta divisão.

"Eu acho que a gente está num momento de uma polarização enorme e que o bolsonarismo cresce cada vez mais e isso é reflexo de um reflexo de um país muito conservador", diz um jovem.

Outra cidadã brasileira confirma: "Está muito polarizado. Os dois lados estavam acreditando que ontem as eleições iam se definir, mas eu imaginava profundamente que não."

O Brasil está muito mais polarizado do que muitas pessoas pensavam, e governar será difícil para quem ganhar", disse Brian Winter, vice-presidente para a política na Sociedade das Américas/Conselho das Américas. "Penso que as próximas semanas irão colocar uma forte pressão sobre a democracia do Brasil, à medida que estes dois homens combaterem". Espera-se uma corrida feia que deixará cicatrizes".

Os analistas convergem na ideia de que é muito difícil prever o desfecho desta contenda.

A diferença entre os dois candidatos foi de 6,1 milhões de votos; menos dois milhões do que fizeram Simone Tebet e Ciro Gomes, juntos.

A chave da vitória pode estar nas mãos destes dois candidatos da primeira volta, mas nenhum disse ainda claramente para que lado é que a vai rodar.