Líderes europeus lançam trabalhos para um "novo Plano Marshall" para a reconstrução da Ucrânia

Access to the comments Comentários
De  Patricia Tavares
"Um desafio para uma geração" - Conferência de líderes em Berlim
"Um desafio para uma geração" - Conferência de líderes em Berlim   -  Direitos de autor  Markus Schreiber/Copyright 2022 The AP. All rights reserved

"Um desafio para uma geração". Foi assim que o projeto de reconstrução da Ucrânia foi encarado, durante uma conferência sobre o assunto, na Alemanha.O Presidente ucraniano, Volodymir Zelensky apelou à "coordenação" nos esforços financeiros internacionais e à utilização de bens russos congelados para reconstruir o país.

A Presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen disse "não haver tempo a perder. Que a escala de destruição é espantosa tendo o Banco Mundial estimado os prejuízos em 350 mil milhões de euros. Um valor que um país não pode suportar sozinho - por isso toda a ajuda será necessária.

O evento começou na terça-feira em Berlim com os discursos de abertura de Ursula von der Leyen e do Chanceler alemão Olaf Scholz - que lançou trabalhos para um "novo Plano Marshall" para a reconstrução da Ucrânia.

Então é isso que está aqui em jogo: nada menos do que criar um novo Plano Marshall para o século XXI. Uma tarefa geracional que deve começar agora. A recuperação, reconstrução e modernização da Ucrânia será, de facto, um desafio para gerações, que exigirá a força combinada de toda a comunidade internacional. Mas é também uma oportunidade para as gerações futuras - se o fizermos bem.
Olaf Scholz
Chanceler alemão

O Plano Marshall foi uma iniciativa dos Estados Unidos para ajudar a reerguer as economias da Europa Ocidental após a Segunda Guerra Mundial.

Esta conferência de dia, serve de ponto de partida para assegurar o financiamento da recuperação, reconstrução e modernização da Ucrânia durante os próximos anos e décadas.