This content is not available in your region

Mundial de futebol junta voluntários de mais de 160 nacionalidades

De  Euronews
Mundial de futebol junta voluntários de mais de 160 nacionalidades
Direitos de autor  euronews   -  

Qatar 365 dedica um episódio especial ao Campeonato Mundial de Futebol doQatar 2022.

Uma oportunidade para conhecer algumas das pessoas que vão contribuir para que seja um evento a recordar.

Com uma superfície de 11.000 quilómetros quadrados, o Qatar é a menor nação de sempre a acolher um Campeonato do Mundo. Recrutou 20.000 adeptos de futebol de todo o mundo para ajudar. Os voluntários irão trabalhar em hotéis, hospitais, aeroportos e, claro, nos próprios estádios a prestar um apoio vital durante o evento.

Para os voluntários, tem sido realmente uma viagem e tanto. Mais de meio milhão de pessoas candidataram-se, e passaram todas por um rigoroso processo de seleção: após as candidaturas, houve ensaios, depois entrevistas e, finalmente, formação à distância e presencial

Além de terem paixão, os voluntários devem também estar dispostos a abdicar de uma parte significativa do seu tempo livre, primeiro com formação, e depois comprometendo-se com um mínimo de dez dias de trabalho durante o Campeonato do Mundo.

Com a excitação do Campeonato Mundial de Futebol no país, alguns residentes do Qatar esperam entrar na acção. Vários empresários locais pretendem deixar a sua marca no Qatar 2022.

Euronews
VJ preparando uma escultura de chocolateEuronews

VJ (nome verdadeiro é Dhamodharan) está a trabalhar na próxima peça para uma exposição. O pasteleiro está a fazer uma réplica de 35 quilos de chocolate do Estádio Lusail, local do jogo final do Campeonato do Mundo da FIFA Qatar 2022. E não é tudo. Ele planeia fazer uma réplica de chocolate do logótipo do Qatar 2022.

A designer cerâmica Reema Abu Hassen abriu o primeiro atelier no bairro residncial The Pearl há cinco anos. Mas com o Campeonato do Mundo a chegar à cidade, ela decidiu abrir um segundo espaço.

"O plano é receber estes turistas que chegam à cidade para que possam experimentar este artesanato tradicional e também comprar objectos que foram feitos à mão em Doha especificamente para o período do Campeonato do Mundo", explica  a designer cerâmica Reema Abu Hassen.

Euronews
Ceramista Reema Abu HassenEuronews

Abu Hassen diz que trabalhar com as mãos ajuda a relaxar. O que pode ajudar os adeptos de futebol mais tensos que queiram experimentar fazer alguma peça no atelier de cerâmica.

Embrace Doha é um espaço cultural independente que mostra o rico património do país a turistas e expatriados e ganhou uma energia renovada com o Qatar 2022.

"Para o Campeonato do Mundo, sabemos que a maioria das pessoas que vêm a Doha são loucas por futebol e são fãs do Campeonato do Mundo. É por isso que os queremos receber na nossa Casa Cultural. O que oferecemos é assistir ao jogo como uma experiência cultural. É como assistir ao jogo à maneira do Qatar. A nossa sugestão é que venham uma hora antes do jogo para experimentar a roupa, falarmos sobre a hospitalidade e experimentar a comida do Qatar, enquanto se vê o jogo," explica a  diretora e funddora de Embrace Doha, Amal Al Shammari.

Para além do futebol, há muitas outras atividades em torno deste evento global. 

Se tiver alguma dúvida, basta contactar-nos através do #Qatar365