This content is not available in your region

Messi surpreendido no Qatar pela Arábia Saudita e Mbappé marca em goleada

Access to the comments Comentários
De  Francisco Marques
Messi teve estreia para esquecer no Qatar e Mbappé marcou na goleada da França
Messi teve estreia para esquecer no Qatar e Mbappé marcou na goleada da França   -   Direitos de autor  AP Photo/Ebrahim Noroozi//Thanassis Stavrakis

Lionel Messi viveu um autêntico pesadelo na estreia daquele que ser o último Mundial da sua carreira. O capitão da Argentina até lançou a "albiceleste" na frente do marcador, mas a Arábia Saudita acabou o jogo como uma das maiores surpresas da história dos torneios FIFA.

Os "falcões verdes" das arábias cerraram garras e, após o intervalo, voaram para a vitória. Saleh al-Shehri empatou aos 48 minutos e Salem al Dawsari fez o 2-1 aos 53. Um golaço a fechar cinco minutos de sonho. Um sonho de que os sauditas não mais despertaram e ainda lá continuam certamente.

Os campeões da América do Sul chegaram a este Mundial com uma série de 36 jogos sem perder. Só não contavam com uma linha defensiva das arábias praticamente perfeita. A tal ponto que a Argentina ainda festejou dois golos na primeira parte, mas ambos anulados por foras de jogo.

 A Arábia Saudita, a 51ª melhor seleção do mundo, conseguiu uma reviravolta inacreditável diante da número 3 do ranking FIFA e está para já na liderança do grupo C depois de México e Polónia não terem ido além do nulo na outra partida.

Na próxima jornada, marcada para domingo, os sauditas enfrenta a Polónia e a Argentina vai tentar redimir-se (ou começar a despedir-se do Mundial) contra o México.

No outro grupo que entrou em campo esta terça-feira, o D, os atuais campeões do Mundo estrearam-se com o pé direito de Olivier Giroud, autor de um bis.

A França apresenta-se muito desfalcada neste Mundial (Kipembe, KAnté, Pogba, Nkunku e Benzema estão lesionados) e até começou por ser surpreendida, com os "cangurus" a abrirem o marcador logo aos nove minutos.

Ainda antes do intervalo, no entanto, Rabiot e Giroud já tiunham garantido a reviravolta no marcador para os galos. Na segunda parte, a principal figura da França, Kylian Mbappé estreou-se a marcar no Mundial e pouco depois Giroud assinou o segundo da noite e fixou  4-1 final.

No jogo que abriu, horas antes, o grupo D, a Dinamarca teve pela frente uma aguerrida Tunísia. O duelo foi intenso, equilibrado e acabou como começou: sem golos.

A França sai assim na liderança do grupo e, na próxima ronda, enfrentam os dinamarqueses.