This content is not available in your region

Mundial sem "Bola de Ouro": Benzema junta-se a Mané e Jota nos lesionados

Access to the comments Comentários
De  Francisco Marques
Benzema junta-se a Mané e Jota na lista de ausências do Mundial por lesão
Benzema junta-se a Mané e Jota na lista de ausências do Mundial por lesão   -   Direitos de autor  AP Photo/Christophe Ena/Matthias Schrader/Petr David Josek// Arquivo   -  

A bola já rola no Mundial. Está a decorrer o jogo de abertura entre o anfitrião Qatar e o Equador em jogo a contar para o grupo A, num torneio privado de uma lista ilustre de jogadores, à qual o último a juntar-se foi exatamente o "Bola de Ouro 2022".

Karim Benzema lesionou-se num treino a três dias da estreia da França no Mundial, vai ficar de fora do torneio FIFA no Qatar e até poderia completar um "11" fortíssimo só de azarados.

O atual "Bola de Ouro" é mais uma ausência de vulto na atual campeã da Europa e "reforça" uma lista de ausentes por lesão neste Mundial onde já figurava o melhor jogador africano do ano, Sadio Mané, e o português Diogo Jota, avançado do Liverpool.

"Na minha vida nunca desisti, mas esta noite (sábado) tenho de pensar na equipa, como sempre fiz. Por isso, a razão diz-me para dar o meu lugar a alguém que possa ajudar o nosso grupo a fazer um grande Mundial. Obrigado por todas as mensagens de apoio", escreveu Benzema na rede social Instagram pouco depois da confirmação de iria falhar o torneio.

O selecionador Didier Deschamps anunciou entretanto que o avançado do Real Madrid não irá ser substituído na lista de convocados, deixando, assim, os "galos" com apenas 25 jogadores disponíveis para disputar este Mundial.

Um "onze" de lesionados do Mundial Qatar2022

Guarda-redes: Mike Maignan (França);

Defesas: Reece James (Inglaterra), Presnel Kipembe (França), Scott Kenedy (Canadá) e José Gaya (Espanha);

Médios: N’Golo Kanté (França), Giovani Lo Celso (Argentina), Marco Reus (Alemanha);

Avançados: Diogo Jota (Portugal), Sadio Mané (Senegal) e Benzema (França).

Benzema engrossa, num primeiro momento, a lista francesa de lesionados, que já há poucos dias viu outro avançado lesionar-se com relativa gravidade, Christopher Nkunku, companheiro do português André Silva no RB Leipzig, substituído por Randal Kolo Muani, do Eintracht de Frankfurt.

Além dos dois avançados, os "galos" estão ainda privados dos médios N'Golo Kanté (Chelsea) e Paul Pogba (Juventus), do defesa Presnel Kipembe (Paris Saint-Germain) e do guarda-redes Mike Maignan (AC Milan).

Em termos globais, Benzema é agora a grande figura de uma lista de ausentes onde se inclui ainda o segundo mais votado para a "Bola de Ouro" deste ano e melhor jogador africano de 2022, o senegalês Sadio Mané (Bayern Munique).

A outro nível, surgem o português Diogo Jota (Liverpool), os alemães Marcos Reus (Borussia de Dortmund) e Timo Werner (RB Leipzig), os argentinos Giovani Lo Celso (Villarreal) e Nico Gonzalez (Fiorentina), o brasileiro Philippe Coutinho (West Ham), o neerlandês Giorgino Wijnaldum (Países Baixos), o inglês Reece James (Chelsea).

O Mundial arrancou este domingo, 20 de novembro, com o Qatar-Equador, a contar para o grupo A.

Pedro Miguel, português descendente de cabo-verdianos, conhecido como Ró-Ró e um dos 10 naturalizados na equipa qatari, foi titular tal como o ex-Sporting Gonzalo Plata na banana mecânica, como é conhecida a seleção equatoriana.

Os sul-americanos foram mais fortes e Enner Valência fez história, igualando Cristiano Ronaldo, com cinco golos consecutivos em campeonatos do Mundo, e tornando-se no melhor marcador do Equador em fases finais com essa mesma mão cheia de remates certeiros, que podiam ser seis não fosse o cabeceamento anulado logo aos três minutos.

Já o Qatar tornou-se no primeiro país anfitrião de um Mundial a ser derrotado no jogo de abertura.

O Mundial prossegue esta segunda-feira, com o Inglaterra-Irão, num jogo do grupo B que conta com o treinador português Carlos Queiroz à frente da equipa persa.

A desfalcada França entra em campo na terça-feira contra a Austrália, para o grupo D. Portugal estreia-se quinta-feira contra o Gana, no grupo H.