Amazon em greve durante "Black Friday"

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Cartaz de protesto dos trabalhadores da Amazon
Cartaz de protesto dos trabalhadores da Amazon   -   Direitos de autor  JOHN MACDOUGALL/AFP

Em dia de Black Friday, um dos pontos mais altos de vendas durante o ano, trabalhadores da Amazon em todo o mundo deixaram, esta sexta-feira, os armazéns para fazer greve. Os funcionários da gigante de revendas contestam a política de baixos salários e más condições de trabalho, sobretudo quando em contraste com os lucros da companhia.

Ronny Streich, porta-voz do sindicato alemão Ver.di, afirma que "cada vez mais pessoas estão a aderir ao protesto laboral, em toda a Alemanha e internacionalmente. Como sindicatos, estamos a usar a Black Friday para demonstrar ilá fora, através de protestos e ações laborais que os trabalhadores estão insatisfeitos e que há realmente muita coisa que precisa de mudar em termos de condições de trabalho, remuneração e valorização".

Greenpeace critica consumismo

Em Madrid, a Black Friday deu o mote para uma crítica ao consumismo. Numa das ruas mais movimentadas da capital espanhola, ativistas da Greenpeace subiram a pilhas de lixo para alertar para o desperdício gerado durante um único dia de incentivo ao consumo a nível mundial.