Protestos de professores na Hungria

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Manifestação de professores em Budapeste
Manifestação de professores em Budapeste   -  Direitos de autor  ATTILA KISBENEDEK/AFP or licensors

Os sindicatos de professores na Hungria entregaram uma petição no ministério do Interior, em Budapeste, para pedir reformas urgentes e aumentos salariais.

Em paralelo, milhares de professores, pais e estudantes desfilaram numa manifestação que culminou junto ao Parlamento húngaro.

Uma manifestante dizia: "Exigimos liberdade de educação, um ministério da educação independente e aumentos nos salários, porque não haverá jovens para tomar os nossos lugares e continuar a ensinar."

Outra afirmava: "Estamos a manifestar-nos porque o nosso sistema educativo já não se pode chamar um sistema de nada. É uma confusão e precisa de reformas completas e radicais."

O governo de Viktor Orbán fechou as portas do ministério da Educação e centralizou-o sob a égide do ministério do Interior, dirigido por um ex-polícia. Os salários dos professores na Hungria estão entre os mais baixos da União Europeia e dos países membros da Organização para a Segurança e a Cooperação na Europa.