EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Aumenta número de jornalistas mortos e detidos

Número de jornalistas mortos este ano voltou a aumentar
Número de jornalistas mortos este ano voltou a aumentar Direitos de autor Euronews
Direitos de autor Euronews
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

De acordo com o relatório anual dos Repórteres sem Fronteiras, até 1 de dezembro, em todo o mundo, foram raptados 65 jornalistas, 49 desapareceram, 57 foram assassinados e 533 foram detidos.

PUBLICIDADE

Subiu o número de jornalistas mortos este ano, nomeadamente devido à guerra na Ucrânia.

O número de jornalistas detidos este ano bateu um recorde. De acordo com o relatório anual dos Repórteres sem Fronteiras, até 1 de dezembro, em todo o mundo, foram raptados 65 jornalistas, 49 desapareceram, 57 foram assassinados e 533 foram detidos.

Mais de metade dos jornalistas presos em todo o mundo encontravam-se na China, Myanmar, Irão, Vietname e Bielorrússia.

As mulheres representam cerca de 14,6% dos jornalistas detidos, uma subida de quase 30% desde o ano passado.

O mapa muda bastante quando se trata dos locais mais perigosos para o exercício da profissão. Quase metade dos 57 jornalistas mortos até 1 de dezembro trabalhava na América Latina.

Com 11 mortes, o México lidera a lista dos países mais perigosos por mais um ano, seguido pela Ucrânia, em guerra, e pelo Haiti. A fechar o top 5, há outros dois países em guerra, Síria e Iémen.

A precariedade da profissão vem agravar a vulnerabilidade já provocada pelo crime organizado e pelos regimes autoritários. Os jornalistas independentes nacionais são presas mais fáceis.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Jornalistas palestinianos recebem Prémio Liberdade de Imprensa da UNESCO

Jornalista americano Evan Gershkovich está detido há um ano na Rússia

Repórteres sem Fronteiras lançam satélite para chegar aos territórios de língua russa