EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Mundial do Qatar: França e Argentina defrontam-se num duelo de titãs

Réplica gigante da Taça do Mundo de Futebol
Réplica gigante da Taça do Mundo de Futebol Direitos de autor Martin Meissner/Copyright 2022 The AP. All rights reserved
Direitos de autor Martin Meissner/Copyright 2022 The AP. All rights reserved
De  Nara Madeira com AFP, AP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

França e Argentina defrontam-se num duelo de titãs, este domingo, com os adeptos das duas seleções a acreditarem que têm tudo para vencer.

PUBLICIDADE

Este domingo é dia do grande duelo final no Mundial do Qatar. A atual campeã, França, defronta a Argentina

Os 24 jogadores da seleção gaulesa apresentaram-se no treino da manhã de sábado. Os cinco elementos que podiam falhar o jogo - os defesas Ibrahima Konaté e Raphaël Varane, que tinham sintomas de gripe e Theo Hernandez que sofreu uma contusão; bem como o médio Aurelien Tchouameni e o avançado Kingsley Coman, que também estava doente - marcaram presença.

Mas em Doha os adeptos argentinos também acreditam na vitória. Uma jovem dizia que não pensava que chegariam à final mas que não tem dúvidas "vamos tornar-nos campeões no último jogo de Messi no mundial" e este é o melhor momento da sua vida, concluia. Outro dizia que querem ganhar para que Messi vença o torneio e queria festa a noite toda, depois de conquistarem o troféu que, frisava, vão levar para casa.

Mas os adeptos franceses também só pensam na vitória: "2-1 ou 2-0", dizia um dos que acredita que não há uma sem duas, duas vitórias consecutivas para França, algo que não acontecia desde que o Brasil logrou esse feito em 1998 e 2002. 

E nem o sete vezes vencedor da Bola de Ouro, Lionel Messi, deita por terra a ambição. Até porque "Les Bleus", como são chamados, têm Kylian Mbappé ou o lusodescendente Antoine Griezmann que faz um trabalho "inacreditável" no meio campo, como referia outro fã da equipa liderada por Didier Deschamps. Para outro adepto tudo se resume a jogar bem, com uma boa defesa, se isso acontecer, a vitória está garantida.

O que é certo é que a campeã do mundo de futebol será França ou Argentina. Duas equipas com dois títulos mundial cada uma. Para os latino-americanos seria o regresso há glória 36 anos depois.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Seleção argentina recebida em festa em Buenos Aires

Adeptos franceses derrotados mas não vencidos após final do Mundial no Qatar

Presidente da França em risco de perder influência ao nível da UE