Seis milhões de ucranianos têm eletricidade de volta

Presidente da Câmara de Kiev anuncia que 75% dos habitantes locais têm de novo aquecimento e que o metro voltou a circular
Presidente da Câmara de Kiev anuncia que 75% dos habitantes locais têm de novo aquecimento e que o metro voltou a circular Direitos de autor Libkos/AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Putin ouve propostas de comandantes sobre próximos passos a dar

PUBLICIDADE

De Kiev a Kherson, os mais recentes ataques russos deixaram um amplo cenário de destruição na Ucrânia. Contam-se, pelo menos, cinco mortos, quatro deles na região central de Dnipropetrovsk.

Como tem sido habitual, os alvos são sobretudo infraestruturas de distribuição de energia, o que significa uma contínua corrida contra o tempo por parte das autoridades ucranianas para reparar os danos.

O presidente Volodymyr Zelenskyy veio declarar que foi possível trazer de volta, este sábado, eletricidade para quase 6 milhões de ucranianos, dizendo também que a eficácia do sistema de defesa antiaérea torna inviável o terror praticado pela Rússia.

O presidente da Câmara de Kiev, Vitali Klitschko, anunciou que 75% dos habitantes locais têm de novo aquecimento e que o metro voltou a circular.

A polícia ucraniana divulgou imagens do resgate bem-sucedido de uma família dos escombros de um prédio na cidade de Kryvyi Rih.

Por seu lado, o Kremlin declarou que Vladimir Putin esteve reunido com os responsáveis militares pelas operações na Ucrânia para ouvir propostas sobre os próximos passos a dar.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Refugiados ucranianos passam o Natal longe da família

Investida russa concentra-se em Bakhmut

Ucrânia aposta na indústria de defesa nacional enquanto aguarda por mais munições dos aliados