EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Saúde em crise no Reino Unido

Organizações de médicos pedem contas ao governo britânico
Organizações de médicos pedem contas ao governo britânico Direitos de autor Alberto Pezzali/AP
Direitos de autor Alberto Pezzali/AP
De  Ricardo Figueira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Alto funcionário diz que atrasos estão a causar 500 mortes por semana. Gripe e Covid pioram a situação.

PUBLICIDADE

O NHS, Serviço Nacional de Saúde britânico, está a passar por uma forte crise que deve durar, pelo menos, até abril - é o que diz o próprio presidente da confederação que representa os serviços de saúde de Inglaterra, País de Gales e Irlanda do Norte. 

Já o presidente do Colégio de Médicos Urgentistas diz que os atrasos e falhas no sistema estão a causar cerca de 500 mortes por semana. Tanto a oposição como as organizações de médicos apontam o dedo ao governo de Rishi Sunak e exigem explicações. O agravamento dos números das epidemias de gripe e Covid está a fazer piorar a situação, segundo os especialistas.

Outras fontes • The Guardian

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Greve no Reino Unido gera "perturbações significativas" durante o dia

Nigel Farage ultrapassou pela primeira vez partido do primeiro-ministro Rishi Sunak

Afinal, Nigel Farage vai concorrer às eleições no Reino Unido