EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Protesto contra presença francesa no Burkina Faso

Protestos no Burkina Faso
Protestos no Burkina Faso Direitos de autor OLYMPIA DE MAISMONT/AFP or licensors
Direitos de autor OLYMPIA DE MAISMONT/AFP or licensors
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Centenas de pessoas exigiram esta sexta-feira a saída do embaixador de França do país

PUBLICIDADE

O sentimento anti-França está a crescer em Ouagadougou, a capital do Burkina Faso. Com bandeiras nacionais e da Rússia, centenas de pessoas manifestaram-se esta sexta-feira contra a presença da antiga potência colonial, que tem uma base militar na periferia da cidade e exigiu a partida do embaixador francês.

Souleymane Sawadogo, um dos manifestantes, diz que vive “num país independente e soberano”, e que o Burkina Faso decidiu “liderar esta luta e esta guerra com bons parceiros”. Defende que a França não é o parceiro ideal para acompanhar o país "até à vitória final".

Os dois golpes de Estado militares que o Burkina Faso viveu em 2022 desgastaram as relações entre Ouagadougou e Paris. O Burkina Faso é incapaz de conter a violência jihadista no norte do país e reforçou os laços com a Rússia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Burkina Faso: Instituto Francês de Ouagadougou vandalizado

Chefe de militares golpistas nomeado presidente do Burkina Faso

Ibrahim Traore autoproclama-se líder no Burkina Faso e fala em "situação de emergência"