EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Autoridade Palestiniana acusa Israel de "massacre"

Operação militar israelita custa a vida a nove palestinianos
Operação militar israelita custa a vida a nove palestinianos Direitos de autor Majdi Mohammed/The AP
Direitos de autor Majdi Mohammed/The AP
De  euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Nove palestinianos mortos em raide israelita na Cisjordânia. Forças Armadas israelitas sustentam que operação pretendia travar um ataque terrorista

PUBLICIDADE

Uma operação militar israelita no campo de refugiados de Jenin, no norte da Cisjordânia, provocou pelo menos nove mortes e cerca de duas dezenas de feridos.

As Forças Armadas de Israel sustentam que a operação foi levada a cabo para travar um ataque terrorista iminente e que se não tivessem atacado, teriam sido os palestinianos a fazê-lo.

Acrescentaram que os soldados israelitas tentaram deter os membros locais da Jihad Islâmica mas que foram recebidos com fogo.

A Autoridade Palestiniana já lamentou o que classificou de "massacre de Jenin perante o silêncio internacional" e decretou três dias de luto nacional.

Nas redes sociais o ministro dos Negócios Estrangeiros da Irlanda criticava a ação israelita. Michael Martin dizia-se "horrorizado" com a operação conduzida pelas forças de segurança de Israel. "A Irlanda sempre foi clara na proteção de civis", afirmava o chefe da Diplomacia irlandesa, sublinhando a necessidade de "responsabilização no que diz respeito às mortes de civis".

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Papa lamenta 'espiral da morte' no Médio Oriente

Adolescente de 13 anos abre fogo em Jerusalém

Hamas reivindica atentado mortífero em Jerusalém