EventsEventos
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Fluxo de migrantes russos faz disparar preços das casas na Geórgia

Preços das casas e das rendas dispararam na Geórgia
Preços das casas e das rendas dispararam na Geórgia Direitos de autor Alexander Zemlianichenko/Copyright 2017 The AP. All rights reserved.
Direitos de autor Alexander Zemlianichenko/Copyright 2017 The AP. All rights reserved.
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Alguns agentes imobiliários dizem que a subida dos preços é causada pelo fluxo de cidadãos russos que estão a migrar para a Geórgia para fugir ao recrutamento militar. Os russos estão dispostos a pagar mais, para prejuízo dos georgianos.

PUBLICIDADE

Os preços das casas e das rendas dispararam na Geórgia. Alguns agentes imobiliários dizem que a subida dos preços é causada pelo fluxo de cidadãos russos que estão a migrar para a Geórgia para fugir ao recrutamento militar. Os russos estão dispostos a pagar mais, para prejuízo dos georgianos.

Nika Kavtaradze, estudante, diz que antes da guerra, ele e o colega de quarto costumavam pagar 160 dólares e que "desde que os russos chegaram, o preço aumentou para 400 dólares". Agora os pais de ambos têm de ajudá-los a pagar a renda.

Segundo os agentes imobiliários, no centro de Tbilisi, a procura de cidadãos russos é tão elevada que não há apartamentos suficientes.

Natia Kikolishvili, agente imobiliária, diz que "o preço de um apartamento no ano passado era 800 dólares e agora é 1500" e realça que "o fluxo de migrantes deixou tudo de pernas para o ar, que os preços mudaram completamente".

De acordo com os dados mais recentes, em 2022, os preços dos imóveis na Geórgia aumentaram 14,3%. As empresas de investimento estimam que em 2023 arrendar ou comprar imóveis ficará ainda mais caro do que em 2022.

Irina Kvakhadze, da TBC Capital, considera que no mercado de arrendamento, "o crescimento não será tão grande quanto foi em 2022", mas que os preços  vão continuar a subir. Já o preço de venda, estima "aumentará cerca de 18%."

Os analistas de mercado acreditam que os preços vão diminuir gradualmente a partir de 2024, mas a instabilidade regional torna difícil qualquer previsão.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Fim da lei dos "agentes estrangeiros" não trava protestos na Geórgia

Presidente da Geórgia garante em entrevista à Euronews que vai vetar lei dos "agentes estrangeiros"

Porta-voz da NATO afirma que "lei russa" aprovada pela Geórgia "é um erro"