Jafar Panahi libertado após dois dias em greve de fome

Jafar Panahi libertado
Jafar Panahi libertado Direitos de autor Hermann J. Knippertz/AP2006
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Realizador iraniano protestava por continuar detido mesmo depois de a justiça iraniana ter anulado a sentença e ordenado um novo julgamento

PUBLICIDADE

Jafar Panahi foi libertado dois dias depois de ter iniciado uma greve de fome numa prisão de Teerão. O realizador iraniano, de 62 anos, protestava contra o facto de permanecer encarcerado mesmo depois de a justiça ter anulado a sua sentença de prisão.

Pahafi foi preso em julho do ano passado por se manifestar contra a detenção dos realizadores Mohammad Rasoulof e Mostafa Al-Ahmad, por protestos contra o governo. A detenção de Pahafi levou à reativação de uma sentença de seis anos de prisão, proclamada em 2010 por propaganda contra o regime iraniano.

Foi esta sentença que foi anulada em outubro pelo Supremo Tribunal do Irão, que ordenou um novo julgamento. Apesar disso, continuava detido... até esta sexta-feira.

Jafar Panahi é um dos mais acarinhados e aclamados realizadores iranianos, tendo no seu palmarés um Leão de Ouro no festival de cinema de Veneza, pelo filme "O Círculo", o Prémio de Melhor Argumento, em Cannes, em 2018, com "Três Faces", e o Urso de Ouro, em Berlim, com a película "Táxi".

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Irão lança satélite que faz parte de um programa espacial criticado pelo Ocidente

Ataque com mísseis do Paquistão contra o Irão levanta preocupações

Marinha iraniana sequestra petroleiro no Mar Vermelho