Dias de desespero à procura de familiares com vida nos escombros

O frio, a neve e o gelo dificultam os trabalhos das equipas de busca e salvamento no terreno.
O frio, a neve e o gelo dificultam os trabalhos das equipas de busca e salvamento no terreno. Direitos de autor Khalil Hamra/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Autoridades continuam à procura de sobreviventes debaixo dos escombros no rescaldo do sismo devastador que também abalou a Síria. A cada hora que passa, agrava-se o número de mortos e feridos

PUBLICIDADE

A cada hora que passa, na Turquia e na Síria agravam-se os números negros resultantes do terramoto que sacudiu os dois países.

Neste momento, contam-se mais de 15 mil vítimas mortais e milhares de feridos.

A Organização das Nações Unidas acredita que o número de mortos poderá superar a barreira dos 20 mil.

No terreno, numa corrida contra o tempo, as equipas de resgate procuram por sinais de vida debaixo dos escombros.

É assim em Nurdağı, nos arredores do epicentro do sismo na Turquia. A cidade deu lugar a um monte de ruínas e a um cenário apocalíptico.

Serhan veio à procura dos avós e dos primos. À Euronews confessou que começou a perder a esperança de encontrar familiares com vida.

Veja o vídeo acima.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Erdogan: "Impossível estar preparado para enfrentar um desastre como este"

Chuvas fortes causam pelo menos uma morte na Turquia

Parlamento turco aprova adesão da Suécia à NATO