EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Grupo paramilitar Wagner reinvindica conquista de localidade perto de Bakhmut

Grupo paramilitar russo Wagner reinvindica conquista da localidade ucraniana de Krasna Hora.
Grupo paramilitar russo Wagner reinvindica conquista da localidade ucraniana de Krasna Hora. Direitos de autor Libkos/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
Direitos de autor Libkos/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A notícia foi avançada pelo fundador do grupo mercenário, que atribui esta conquista às suas forças e não aos soldados russos, no entanto, esta informação carece de confirmação oficial independente.

PUBLICIDADE

O grupo paramilitar russo Wagner garantiu, este domingo, ter conquistado a localidade ucraniana de Krasna Hora, situada nos arredores de Bakhmut, no leste do país.

A notícia foi avançada pelo fundador do grupo mercenário, Yevgeny Prigozhin, que atribui esta conquista às suas forças e não aos soldados russos, mas, até ao momento, ainda não existe confirmação oficial independente sobre estes dados.

Hoje, as unidades de assalto do grupo Wagner conquistaram a localidade de Krasna Hora
Yevgeny Prigozhin
Fundador do grupo paramilitar Wagner

Se esta conquista se verificar, trata-se de um passo importante, pois tanto os militares russos, como o grupo paramilitar Wagner, tentam, há mais de seis meses, conquistar a cidade de Bakhmut, na região de Donetsk, que se tornou um símbolo da resistência ucraniana devido à duração dos combates.

Nas últimas semanas, as forças russas têm tentado cercar a cidade e conseguiram cortar várias estradas vitais para o abastecimento das tropas ucranianas. O comandante militar de Kiev, Valeriy Zaluzhnyi, garantiu, no entanto, este sábado, que a Ucrânia continuar a controlar Bakhmut.

A conquista da totalidade da região de Bakhmut seria crucial para Moscovo conseguir dominar toda a região do Donbass.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ucrânia quer que conversações de adesão à UE comecem este ano

Zelenskyy pede fim das restrições à utilização de armamento norte-americano contra a Rússia

Pelo menos 11 pessoas morreram em ataques na Ucrânia