EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Grand Slam de Telavive: Raz Hershko conquista ouro para Israel

Medalhadas na categoria de +78 kg no Grand Slam de Telavive, sábado, 18 de fevereiro de 2023
Medalhadas na categoria de +78 kg no Grand Slam de Telavive, sábado, 18 de fevereiro de 2023 Direitos de autor International Judo Federation (IJF)
Direitos de autor International Judo Federation (IJF)
De  Euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Evento chegou ao fim este sábado após três de jornadas intensas de duelos entre estrelas mundiais da modalidade

PUBLICIDADE

O Grand Slam de Judo de Telavive chegou ao fim, com uma derradeira jornada repleta de emoções à flor da pele e muito sol em Israel.

Na categoria de +78 kg, a judoca israelita Raz Hershko brilhou durante o dia.

Sem nunca ter conquistado o ouro em casa, desta vez conseguiu. O público foi presenteado com a distinção aguardada, fechando com chave de ouro o evento.

O embaixador da Federação Internacional de Judo (FIJ), Lior Raz, condecorou a atleta com medalha de ouro.

“É fantástico. Adoro competir em casa, com este público fantástico. Do início ao fim estiveram sempre a apoiar-me, a torcer por mim e isso é fantástico", sublinhou a judoca israelita.

Na categoria de -90 kg, os amigos e rivais Beka Gviniashvili (Geórgia) e Toth Kristian, da Hungria, abraçaram-se antes do duelo.

O judoca da Geórgia acabou por derrubar Kristian e conseguiu o ouro. No final mostram o repeito mútuo.

O convidado da Federação Internacional de Judo, Moris Janashvili, atribuiu as medalhas.

Já na categoria de -78 kg, a italiana Alice Bellandi, mestre mundial, somou e seguiu.

Conquistou a quarta medalha de ouro do World Tour de Judo no espaço de meses. Mostrou que domina como ninguém na categoria.

Vladimir Barta, o diretor desportivo da FIJ condecorou a atleta.

Zelym Kotsoiev, do Azerbaijão, mediu forças com o campeão do Grand Slam de Judo de Paris, Michael Korrel, e derrubou-o na categoria de -100 kg.

Lisa Allan, diretora de eventos da Federação Internacional de Judo, atribuiu-lhe a medalha.

“Adoro combater em Israel. Há um ambiente fantástico, com muitas crianças a aplaudir. Aqui, as pessoas gostam muito de judo. É realmente energizante", confessou Kotsoiev.

Na categoria de +100 kg, o mongol Odkhüügiin Tsetsentsengel elevou para três a contagem de ouros em Grand Slams com uma vitória suada sobre o azeri Ushang Kokauri.

As medalhas foram atribuídas pelo diretor de arbitragem da Federação Internacional de Judo, Florin Daniel Lascau.

Os fãs da casa tiveram um dia inesquecível, ficando em êxtase com os seus heróis, do início ao fim.

Depois de uma das melhores lutas do dia, o israelita Peter Paltchik conseguiu levantar o público da bancada.

PUBLICIDADE

Apesar de ter terminado o dia sem medalha, simbolizou a energia e o entusiasmo com o futuro do judo em Israel.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Judo: Uzbequistão leva mais dois ouros no Tashkent Grand Slam 2023

Pesos pesados dominam em Abu Dhabi

Pinot, Wagner e Tajima conquistam títulos mundiais