Senado aprova aumento da idade da reforma em França

Senado francês aprovou aumento da idade da reforma
Senado francês aprovou aumento da idade da reforma Direitos de autor ALAIN JOCARD/AFP or licensors
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Projeto de lei do governo francês adia idade da reforma dos 62 para os 64 anos.

PUBLICIDADE

França deu mais um passo rumo ao aumento da idade da reforma. No final de uma maratona parlamentar que se estendeu até à madrugada, o Senado, maioritariamente de direita, aprovou o adiamento da idade da reforma dos 62 para os 64 anos, com 43 anos de descontos.

Depois da meia-noite, 201 senadores pronunciaram-se a favor do artigo 7 do projeto de lei, que aumenta em dois anos a idade da reforma, enquanto 115 manifestaram-se contra e 29 abstiveram-se.

A votação aconteceu no final de uma maratona parlamentar de 15 horas de discussão sobre aquele artigo, tendo a esquerda apresentado centenas de emendas para impedir o debate e a direita recorrido a um dispositivo excecional para as ultrapassar.

As alterações, reclama a oposição, vão penalizar sobretudo as mulheres, que terão de trabalhar mais anos para obter a reforma completa

A medida tem sido amplamente contestada também nas ruas. De acordo com os sindicatos, só esta semana, a sexta consecutiva de manifestações, cerca de três milhões e meio de pessoas saíram em protesto, naquela que foi a maior mobilização desde o início do movimento. Os números do Ministério do Interior são mais modestos, ao registar 1,28 milhões de manifestantes.

Para este sábado, a união intersindical tem agendada uma nova ronda de protestos, fazendo da mobilização social o maior desafio do presidente Emmanuel Macron.

O Governo francês tem justificado o aumento da idade de reforma com a necessidade de dar uma resposta à degradação financeira dos fundos de pensões e ao envelhecimento da população.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Governo francês enfrenta duas moções de censura

Reforma das pensões aprovada na comissão mista parlamentar francesa

Reforma das pensões leva jovens franceses para as ruas