EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Reforma das Pensões votada hoje pela Assembleia Nacional francesa

Franceses nas ruas contra a Reforma das Pensões
Franceses nas ruas contra a Reforma das Pensões Direitos de autor AP Photo/Francois Mori, File
Direitos de autor AP Photo/Francois Mori, File
De  Nara Madeira com AFP
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Reforma das pensões em votação, esta quinta-feira, em França. Protestos não travam governo gaulês.

PUBLICIDADE

Apesar da grande mobilização social contra a reforma das pensões, em França, e dos apelos dos sindicatos a greves por tempo indeterminado, a Assembleia Nacional vota, esta quinta-feira, o controverso projeto promovido pelo governo. O objetivo é que a idade da reforma passe para os 64 anos, os trabalhadores serão obrigados a cotizar durante 43 anos para receber a sua reforma na integralidade.

Para Emmanuel Macron trata-se de garantir a vitalidade do Serviço Nacional de Pensões, mas o argumento não convence toda a gente e isso tem-se demonstrado nas ruas de muitas cidades. Protestos que, ainda assim, têm perdido força, provavelmente, porque a batalha estará perdida. 

Apesar da contestação - os sindicatos, a esquerda, a extrema-direita e perto de 70% dos franceses são contra - presume-se que a reforma seja aprovada graças ao apoio da direita gaulesa.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Reforma das pensões aprovada na comissão mista parlamentar francesa

Senado francês aprova a controversa reforma das pensões

Mais vandalismo no sétimo dia de protestos contra a reforma das pensões em França