Zelenskyy destaca importância de vitória em Bakhmut

Volodymyr Zelenskyy em entrevista à agência Associated Press
Volodymyr Zelenskyy em entrevista à agência Associated Press Direitos de autor Efrem Lukatsky/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
Direitos de autor Efrem Lukatsky/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
De  Euronews com AP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Presidente ucraniano voltou também a convidar homólogo chinês para visitar a Ucrânia

PUBLICIDADE

Volodymyr Zelenskyy diz que uma vitória em Bakhmut é cada vez mais crucial.

Os combates pelo controlo da cidade-chave no leste da Ucrânia arrastam-se há meses e, apesar do pouco valor estratégico segundo os analistas, uma conquista da localidade terá um grande valor moral e psicológico.

Volodymyz Zelenskyy, presidente da Ucrânia:"Putin vai vender esta vitória ao Ocidente, à sociedade russa, à China, ao Irão e a todos os países. Vai vendê-la à sua sociedade. Será um pequeno passo, dizendo: 'Esperem um minuto, vou tomar uma decisão com a Ucrânia'. E, depois, outro passo e mais outro e mais outro..."

Zelenskyy teme que uma derrota em Bakhmut force Kiev a um compromisso com condições que considera inaceitáveis.

O presidente ucraniano voltou também a dizer-se disposto a falar com o homólogo chinês e convidou Xi Jinping a visitar o país.

Volodymyz Zelenskyy, presidente da Ucrânia:"É claro que percebo todas as iniciativas diplomáticas e convites, públicos e não públicos, dirigidos ao presidente da China. E eu quero falar com ele, porque já tive contacto com ele antes da guerra em larga escala. Mas, durante todo este ano, mais do que um ano, não tive contacto e espero realmente que as nossas equipas encontrem uma solução. [...] Estamos prontos para o ver aqui."

Zelenskyy fez as declarações durante uma longa entrevista concedida a uma equipa da agência Associated Press. Numa rara iniciativa, vários jornalistas puderam acompanhar o presidente ucraniano durante os dois dias em que percorreu, esta semana, as zonas de guerra da Ucrânia de comboio.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Zelenskyy admite retirada de Bakhmut em risco de cerco

Ataques russos na Ucrânia fazem pelo menos oito mortos

Ucrânia diz ter abatido bombardeiro russo de longo alcance