Ucranianos lembram entes queridos mortos na invasão russa

AP
AP Direitos de autor Bernat Armangue/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Primeiro domingo depois da Páscoa Ortodoxa é marcado por visitas aos cemitérios ucranianos

PUBLICIDADE

Por toda a Ucrânia, o primeiro domingo depois da Páscoa Ortodoxa é tradicionalmente marcado por visitas aos cemitérios, para lembrar os entes queridos falecidos.

Este ano, a homenagem aos mortos revestiu-se de particular intensidade, devido ao grande número de vítimas da invasão russa.

Tatiana Platina, residente de Kryvyi Rih:"O dia da memória na Ucrânia é normalmente celebrado na semana a seguir à Páscoa. Lembramos os próximos, mas antes de lembrar avôs e avós, os que realmente viveram as suas vidas, este ano é diferente, porque no último ano enterrámos muitos dos nossos amigos e conhecidos."

O presidente ucraniano aproveitou a data para homenagear os seus soldados.

Volodymyr Zelenskyy, presidente da Ucrânia:"É importante perceber que em cada uma das nossas cidades, em cada aldeia, onde hoje está tudo mais ou menos calmo, onde hoje houve simplesmente mais um dia tranquilo de Primavera, cada um desses dias calmos é conquistado, nos bastidores, pelos nossos combatentes, em batalhas brutais na linha da frente, ao quotidiano."

Num momento em que Kiev prepara uma grande contraofensiva, elementos da brigada de assalto Spartan treinam na região de Kharkiv. Para além de simulações de combate e emboscada, os voluntários recebem treino em assistência médica e operações de evacuação.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Zelenskyy admite que a Rússia está a abrandar a contraofensiva ucraniana

Ataque a cidade natal de Zelenskyy provoca várias mortes

501 caixões e 200 sacos com cadáveres encontrados abandonados na Argentina