EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Novo tiroteio faz oito mortos e 14 feridos na Sérvia

Aleksandar Vucic
Aleksandar Vucic Direitos de autor RSRTS
Direitos de autor RSRTS
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O tiroteio desta quinta-feira acontece numa altura em que o país está de luto pela morte nove pessoas, numa escola de Belgrado

PUBLICIDADE

Depois de muitas horas de perseguição, a polícia da Sérvia prendeu o homem suspeito de matar pelo menos oito pessoas e ferir outras 14 na noite desta quinta-feira. O ataque aconteceu em três pequenas cidades, a cerca de 60 km de Belgrado. O atirador disparou a partir do carro, enquanto circulava na região de Mladenovac. 

O Presidente Sérvio fala de um "ato terrorista". "Este novo ataque criminoso em massa, depois de um ataque às nossas crianças, teve como alvo aleatório qualquer pessoa que estivesse à porta de uma cabana, à volta de uma fogueira, ou à porta de casa, a tratar da sua vida. Este é um ataque a todo o nosso país, e cada cidadão sente-o.", declarouAleksandar Vucic.

O tiroteio desta quinta-feira acontece numa altura em que o país está de luto pela morte nove pessoas. Foram mortos a tiro por um adolescente de 13 anos numa escola de Belgrado, na quarta-feira.

Bojan Brkic, repórter da Euronews na Sérvia, lembra que no primeiro dia de luto nacional pelas vítimas do tiroteio numa escola em Belgrado, o país tem de fazer um novo luto. A tragédia de ontem à noite, ao contrário do tiroteio na escola, não é inédita na história da Sérvia. Houve massacres como este em aldeias sérvias, mesmo na história recente. Mas o facto de se terem verificado dois massacres em dois dias levantou muitas questões e suscitou um debate intenso e emotivo sobre as leis da Sérvia relativas às armas, a cultura das armas e o estado geral da nação.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Sérvios exigem demissões no governo e encerramento dos media públicos

Suspeito do segundo tiroteio em dois dias na Sérvia pretendia apenas espalhar o medo

Stellantis inicia produção de Fiat elétrico na Sérvia