Wagner permanece em Bakhmut

Sasha Vakulina
Sasha Vakulina Direitos de autor frame
De  Oleksandra Vakulina
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Sasha Vakulina analisa os últimos acontecimentos em torno do Grupo Wagner em Bakhmut e as declarações do seu patrão, Yevgeny Prigozhin

PUBLICIDADE

Yevgeny Prigozhin anunciou que as forças do Wagner não se retiram de Bakhmut a 10 de Maio, apesar de o Ministério da Defesa russo não lhe ter fornecido munições

Prigozhin declarou a 9 de Maio que o Grupo Wagner continuará a lutar por Bakhmut e vai manter as suas exigências nos próximos dias.

O Instituto para o Estudo da Guerra diz que uma das razões pelas quais Prigozhin não cumpre a ameaça de se retirar de Bakhmut é, como ele disse, o Ministério da Defesa russo ter ameaçado o Grupo Wagner de traição se Prigozhin retirasse as suas forças de Bakhmut.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Grupo Wagner reivindica controlo "total" de Bakhmut

Zelenskyy promete "surpresa desagradável" para a Rússia

Chefe do Grupo Wagner ameaça retirar de Bakhmut