Fim do "título 42" leva milhares para a fronteira entre México e EUA

Corrida à fronteira entre México e EUA
Corrida à fronteira entre México e EUA Direitos de autor Andres Leighton/The AP
Direitos de autor Andres Leighton/The AP
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Pessoas que entram ilegalmente nos EUA voltam a ter o direito de pedir asilo mas a oposição norte-americana pede um novo endurecimento das leis de imigração

PUBLICIDADE

O fim do "título 42" levou milhares de pessoas para a fronteira entre México e Estados Unidos. O decreto implementado por Donald Trump durante a pandemia previa a expulsão imediata de qualquer pessoa que entrasse ilegalmente em território norte-americano e expirou à meia-noite de sexta-feira.

Washington, no entanto, sublinha que o fim da medida não significa carta-branca para entrar no país e reforçou consideravelmente o contingente policial e militar junto à fronteira.

O secretário da Segurança Interna dos EUA, Alejandro Mayorkas, avisou as pessoas para não acreditarem nos traficantes e deixou bem claro que as fronteiras não estavam abertas.

Com o fim do "título 42", volta a estar em vigor a legislação que há vários anos regula a imigração e que permite o pedido de asilo a quem entra nos Estados Unidos, processo longo e moroso que se arrasta em média durante seis meses e que pode resultar igualmente na expulsão do país.

A oposição pede medidas mais duras contra a imigração e esta quinta-feira, aprovou na Câmara dos Representantes um projeto para retomar a construção do muro na fronteira e impor novas restrições aos requerentes de asilo.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Mike Pence: "A maioria dos norte-americanos acredita no nosso papel de líderes do mundo livre"

Homem imolou-se no exterior do tribunal onde Donald Trump está a ser julgado

Agentes da autoridade mortos a tiro no Estado de Nova Iorque