Manifestações em Israel apesar de ameaça de Gaza

"Mísseis assustam-me. Ditadura assusta-me mais!", lê-se num cartaz durante manifestação em Telavive, Israel
"Mísseis assustam-me. Ditadura assusta-me mais!", lê-se num cartaz durante manifestação em Telavive, Israel Direitos de autor AFP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Os protestos estavam cancelados, por razões de segurança, mas ainda assim milhares de pessoas voltaram a contestar a reforma judicial que o governo israelita quer implementar.

PUBLICIDADE

Milhares de pessoas voltaram a manifestar-se, este sábado, contra governo de Israel. É assim há 19 semanas consecutivas, desde o anúncio da reforma judicial, em janeiro. 

Mesmo em Telavive, onde os protestos tinham sido cancelados por questões de segurança, a ameaça de um bombardeamento palestiniano não demoveu centenas de manifestantes.

Entre os participantes foram muitas críticas ao executivo de extrema-direita de Benjamin Netanyahu, a quem acusam de estar a querer desviar atenções com a ofensiva em Gaza

Na capital israelita, podia ler-se num cartaz de uma manifestante: "Mísseis assustam-me. Ditadura assusta-me mais".

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Manifestações em Israel exigem eleições antecipadas e libertação dos reféns

Segundo maior hospital de Gaza não está operacional. Israel quer reféns libertados até ao Ramadão

Agrava-se conflito no sul do Líbano