EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Kurti acusa Sérvia de orquestar violência no Kosovo mas admite novas eleições

Kurti acusa Sérvia de orquestar violência no Kosovo
Kurti acusa Sérvia de orquestar violência no Kosovo Direitos de autor Frederic Sierakowski/The AP
Direitos de autor Frederic Sierakowski/The AP
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Violência de segunda-feira, que provocou 80 feridos, não se voltou a repetir mas a tensão continua elevada

PUBLICIDADE

Os protestos têm-se repetido em Zvečan, no norte do Kosovo mas não a violência que provocou oito dezenas de feridos na segunda-feira.

A população local, de maioria sérvia exige a saída dos autarcas de etnia albanesa eleitos num escrutínio boicotado pela comunidade sérvia e que teve mais de 96% de abstenção, e pede novas eleições.

Um cenário já admitido pelo primeiro-ministro kosovar, mas apenas depois de ser restabelecida a ordem nas ruas.

Albin Kurti não tem dúvidas sobre quem está por trás destas manifestações e disse numa entrevista que a violência tinha sido planeada e organizada por Belgrado, acrescentando que a Sérvia mobilizou grupos de criminosos para a manifestação e que muitos manfestantes foram obrigados a participar para servir de escudos humanos.

A situação já levou os Estados Unidos a anunciar sanções ao Kosovo, Kurti afirmou que isso era preocupante mas que estava mais preocupado com as milícias fascistas no norte do país.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

UE tenta que Kosovo e Sérvia retomem o diálogo

Kosovo: população foi a votos para destituir quatro presidentes de câmara de etnia albanesa

Kosovo mais perto de aderir ao Conselho da Europa. Decisão final tomada em maio