EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Ucrânia começou a contraofensiva

Presidente ucraniano não confirma, nem desmente início da contraofensiva
Presidente ucraniano não confirma, nem desmente início da contraofensiva Direitos de autor HANDOUT/AFP
Direitos de autor HANDOUT/AFP
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O Instituto para o Estudo da Guerra e Moscovo dizem que a Ucrânia começou a contraofensiva, mas Kiev não confirma.

PUBLICIDADE

Ucrânia começou a contraofensiva em Bakhmut, no oeste de Donetsk, e no sul de Zaporíjia.

O Instituto para o Estudo da Guerra (ISW) diz que as forças ucranianas conduziram operações de contraofensiva com resultados diferenciados em pelo menos três setores da frente.

O presidente ucraniano Volodymyr Zelenskyy não confirma, nem desmente, mas admite que as suas forças estão a concentrar os seus ataques "em todas as direções".

"Aos nossos soldados, a todos aqueles que estão em batalhas particularmente duras por estes dias, vemos o seu heroísmo e estamos-vos gratos por cada minuto das vossas vidas - uma vida que é verdadeiramente a vida da Ucrânia", afirmou Zelenskyy.

Pelo contrário, Vladimir Putin diz que a contraofensiva ucraniana já começou, mas com o objetivo de proclamar que até agora "falharam".

O Ministério da Defesa russo afirmou ter repelido doze ataques ucranianos nessas áreas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ucrânia acusa Rússia de destruir outra barragem

Putin diz que não quer tomar cidade de Kharkiv

Zelenskyy promulga lei controversa para mobilizar mais militares para a guerra