Blinken e Qin Gang concordam em voltar a encontrar-se em Washington

Antony Blinken, secretário de Estado dos EUA, à esquerda e Qin Gang, ministro dos Negócios Estrangeiros da China à direita.
Antony Blinken, secretário de Estado dos EUA, à esquerda e Qin Gang, ministro dos Negócios Estrangeiros da China à direita. Direitos de autor Andrew Medichini/AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Secretário de Estado dos EUA e chefe da diplomacia chinesa reuniram-se em Pequim.

PUBLICIDADE

Reunidos em Pequim, num encontro simbólico, o secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, e o ministro dos Negócios Estrangeiros da China, Qin Gang, concordaram voltar a encontrar-se em breve, em Washington.

O objetivo é manter abertas as linhas de comunicação, conforme foi enfatizado este domingo, na reunião de Pequim.

De acordo com o Departamento de Estado dos EUA, o encontro, que durou mais de cinco horas, foi uma conversa "franca, substancial e construtiva."

O chefe da diplomacia chinesa, por outro lado, sublinhou que as relações entre as duas potências "estão no ponto mais baixo desde o estabelecimento das relações diplomáticas."

Também ressalvou que Taiwan é a questão fundamental dos interesses superiores da China, a questão mais importante nas relações entre a China e os EUA e o maior perigo, ao mesmo tempo.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

China "não renuncia ao uso da força"

EUA: líder dos Proud Boys condenado a 17 anos de prisão

Trump exige afastamento de juíza com casos do ataque ao Capitólio