EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Intel vai construir uma nova fábrica na Alemanha

Chanceler alemão Olaf Scholz aperta a mão de Pat Gelsinger, CEO da Intel
Chanceler alemão Olaf Scholz aperta a mão de Pat Gelsinger, CEO da Intel Direitos de autor AP Photo/Markus Schreiber
Direitos de autor AP Photo/Markus Schreiber
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Tornar a Europa menos dependente dos microchips chineses e americanos é o objetivo da parceria entre a Intel e a região alemã da Saxónia-Anhalt.

PUBLICIDADE

A Intel vai construir uma nova fábrica na Alemanha, numa altura em que a Europa procura competir com a China na produção de microchips.

O governo alemão vai contribuir com 10 mil milhões de euros para o projeto do fabricante americano de chips perto da cidade oriental de Magdeburgo, no que se diz ser o maior investimento direto estrangeiro na história moderna do país.

Alguns questionaram a dimensão do pagamento de Berlim a uma das maiores empresas do mundo, mas o governador da região da Saxónia-Anhaltdiz que se trata de uma ação estratégica essencial.

Reiner Haseloff afirma: "Não podemos permitir que as tecnologias estratégicas tenham lugar e sejam realizadas na Ásia ou exclusivamente na América. Nós, como Europa, temos de ter uma certa autossuficiência e também ser capazes de fornecer produtos-chave decisivos".

Não podemos permitir que as tecnologias estratégicas tenham lugar e sejam realizadas na Ásia ou exclusivamente na América. Nós, como Europa, temos de ter uma certa autossuficiência e também ser capazes de fornecer produtos-chave decisivos.
Reiner Haseloff
Governador do Estado da Saxónia-Anhalt, Alemanha

As obras deverão estar concluídas em 2027. O governo afirma que serão criados 3.000 postos de trabalho de alta qualidade e outros milhares de postos nas redes de fornecedores.

O projeto irá também reforçar o objetivo declarado da UE de diminuir a sua dependência da China e dos EUA na produção de microchips.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Maximilian Krah expulso: AfD nomeia novo chefe da delegação do Parlamento Europeu

Alemanha prepara-se para "todas as ameaças possíveis" durante o Euro 2024

Cheias na Alemanha: nível das águas do Danúbio sobe quase seis metros na Baviera