EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Israel deixa Jenin em ruínas e diz ter cumprido missão

Palestinianos inspecionam casa danificada no campo de refugiados de Jenin, na Cisjordânia, esta quarta-feira.
Palestinianos inspecionam casa danificada no campo de refugiados de Jenin, na Cisjordânia, esta quarta-feira. Direitos de autor Majdi Mohammed/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
Direitos de autor Majdi Mohammed/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
De  Verónica Romano com AP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

13 palestinianos morreram nos confrontos e mais de 140 ficaram feridos, de acordo com as autoridades palestinianas

PUBLICIDADE

Jenin, na Cisjordânia, ficou destruída após o maior ataque militar de Telavive à cidade palestiniana desde o início do século. As forças de Israel retiraram-se do local na madrugada desta quarta-feira.

13 palestinianos e um soldado israelita terão morrido nos confrontos, que se estenderam por dois dias.

Antes da retirada das tropas, o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, disse que a missão estava a ser concluída e prometeu levar a cabo operações semelhantes, se necessário.

Vamos erradicar o terrorismo onde quer que o vejamos. Vamos atacá-lo.
Benjamin Netanyahu
Primeiro-ministro de Israel

Terminada a operação, os militares israelitas filmaram armas e alegados materiais de fabrico de bombas, que dizem ter encontrado em Jenin e que usam como prova justificativa do violento ataque.

Gaza respondeu com o disparo de mísseis contra Israel, que ripostou com ataques aéreos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Mais protestos em Israel após avanço em direção à restrição do poder judicial

Israel lança operação no campo de refugiados de Jenine

Tropas israelitas anunciam que operação de dois dias na Cisjordânia ocupada foi “concluída”