EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

União Africana: ultimato para militares suspenderem golpe de Estado no Níger

Manifestantes têm saído às ruas em apoio ao presidente do Níger.
Manifestantes têm saído às ruas em apoio ao presidente do Níger. Direitos de autor Sam Mednick/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
Direitos de autor Sam Mednick/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
De  Euronews com Lusa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Em comunicado, UA admite tomar "medidas punitivas", caso não sejam respeitados os direitos fundamentais do presidente como preso político.

PUBLICIDADE

A União Africana (UA) deu à junta militar responsável pelo golpe de Estado no país 15 dias para restabelecer a Constituição.

Também exige o regresso "incondicional" dos militares aos quartéis bem como a libertação imediata do Presidente, Mohamed Bazoum, detido desde o golpe de Estado.

Em comunicado, emitido após uma reunião de emergência na sexta-feira, a UA admite tomar "medidas punitivas", caso não sejam respeitados os direitos fundamentais do presidente como preso político.

O general Omar Abdourahmane Tchiani é o novo "homem forte" do país. Foi apresentado na televisão como "o chefe de Estado que representa o Níger nas relações internacionais.”

Desde o início do golpe, a junta militar anunciou a dissolução de todas as instituições previstas na Constituição, e disse estar a exercer "todos os poderes legislativos e executivos" até ao "regresso à ordem constitucional normal."

Tchiani ressalvou que os golpistas tinham decidido intervir devido à "incoerência e ineficácia" da gestão da segurança do Presidente deposto.

Depois do Mali e do Burkina Faso, o Níger, até agora aliado dos países ocidentais, torna-se no terceiro país do Sahel - minado pelos ataques de movimentos extremista ligados ao grupo fundamentalista Estado Islâmico e à Al-Qaida - a sofrer um golpe de Estado desde 2020.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Saúde e conflitos foram tema da 37ª Cimeira da União Africana - e Durão Barroso um dos convidados

Forças russas destacadas para base aérea ocupada por norte-americanos no Níger

Macron diz que França vai retirar tropas e embaixador franceses do Níger