EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Missão da UNESCO na Ucrânia admite danos "superiores aos inicialmente estimados" em Odessa

Rapaz ajuda a salvar artigos da Catedral da Transfiguração, em Odessa, após a igreja ter sido bombardeada por mísseis russos, Ucrânia
Rapaz ajuda a salvar artigos da Catedral da Transfiguração, em Odessa, após a igreja ter sido bombardeada por mísseis russos, Ucrânia Direitos de autor Jae C. Hong/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
Direitos de autor Jae C. Hong/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Proteção do centro histórico de Odessa precisa de "financiamento urgente", diz agência das Nações Unidas para o património.

PUBLICIDADE

Os bombardeamentos russos a Odessa deixaram alguns edifícios do centro histórico com danos "superiores aos inicialmente estimados". A conclusão, ainda preliminar, foi anunciada esta segunda-feira, pela representante da UNESCO na Ucrânia, Chiara Dezzi Bardeschi.

Uma equipa da agência das Nações Unidas esteve na cidade ucraniana entre 29 de julho e 1 de agosto para avaliar mais de 50 edifícios que têm sofrido o impacto dos ataques de Moscovo.

Entre os monumentos mais danificados estão a Catedral da Transfiguração, a Casa dos Cientistas e o Museu de Literatura de Odessa.

A UNESCO vai pedir "financiamento urgente" para apoiar trabalhos essenciais à melhoria da proteção do centro histórico da cidade

Em toda a Ucrânia, a organização internacional confirmou danos em pelo menos 274 objetos culturais. 

Atualmente, a UNESCO está a considerar a possibilidade de declarar alguns monumentos em perigo como Património Mundial, estando entre eles a Catedral de Santa Sofia e o Mosteiro de Lavra em Kiev, ou o centro histórico de Leópolis.

Os resultados pormenorizados da missão farão parte de um relatório que será publicado em dezembro.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Zaporíjia volta a ser alvo de ataques aéreos russos

Unesco vai inspecionar património bombardeado em Odessa

Zelenskyy promete restaurar catedral orotodoxa destruída pela Rússia em Odessa