EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Tempestade Hans provoca inundações em vastas regiões da Suécia e da Noruega

Inundações na Escandinávia provocadas pela tempestade Hans e pelo rebentamento de uma barragem na Noruega
Inundações na Escandinávia provocadas pela tempestade Hans e pelo rebentamento de uma barragem na Noruega Direitos de autor Stian Lysberg Solum/Stian Lysberg Solum / NTB
Direitos de autor Stian Lysberg Solum/Stian Lysberg Solum / NTB
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A tempestade Hans provocou inundações, aluimentos de terras, na Escandinávia e o rebentamento de uma barragem na Noruega. Milhares de pessoas estão a ser retiradas das zonas inundadas.

PUBLICIDADE

Os países nórdicos têm enfrentado, nos últimos dias, os efeitos da tempestade Hans, que espalhou destruição em diversas áreas.

Na Suécia, a chuvas torrenciais e as inundações na estância de esqui de Are provocaram deslizamentos de lamas que afetaram inúmeras estradas e casas.

As lotas e mercados de peixe de Gothenburg foram inundadas pelas cheias do rio. Um comboio de passageiros descarrilou devido à queda de uma catenária.

Rebentamento de barragem na Noruega

Na Noruega, as autoridades tiveram de proceder a evacuações de diversas regiões , devido a aluimento de terras, e inundações provocadas por uma barragem que rebentou. Milhares de pessoas estão a ser retiradas das zonas inundadas. Diversos helicópteros estão a participar nas operações de evacuação.

O presidente da câmara de Innlandet, Aud Hove, fala de uma "situação de crise de dimensão nacional".

Segundo o primeiro-ministro, Jonas Gahr Støre, estas inundações poderão atingir "o nível de água mais alto dos últimos 50 anos ou mais."

O rebentamento da barragem adensou fortemente os problemas causados pelas chuvas fortes. As forças armadas norueguesas tinham sido inicialmente chamadas ao local para ajudar a avaliar se a barragem da central hidroelétrica de Braskereidfoss precisava de ser aberta com explosivos.

No entanto, a polícia disse mais tarde que tinha sido tomada a decisão de adiar qualquer ação na barragem, que fica ao longo do rio Glomma, o mais longo da Noruega.

Anteriormente, o operador tinha anunciado que, devido a uma falha na rede, os geradores da barragem tinham deixado de funcionar na madrugada de quarta-feira.

Segundo a Hafslund, a operadora elétrica, "um sistema automático deveria levar à abertura das comportas da barragem, em caso de paragem", mas o sistema terá falhado.

A subida das águas acabou por inundar as instalações, que deixaram de estar operacionais, mas a Hafslund garante que o incidente apenas provocou danos materiais.

Desde o fim de semana que a Noruega e a vizinha Suécia se debatem com chuvas torrenciais, que provocaram inundações e deslizamentos de terras.

Fenómeno meteorológico afetou a Escandinávia e o Báltico

O fenómeno meteorológico conhecido como Tempestade Hans assolou partes da Escandinávia e do Báltico durante vários dias, provocando o transbordamento de rios, danificando estradas e derrubando árvores e inumando vastas regiões.

Os cientistas ainda não efetuaram a intrincada análise de dados necessária para determinar em que medida as alterações climáticas de origem humana desempenharam um papel nestas inundações. Mas há muito que avisaram que, à medida que o mundo aquece, as tempestades extremas produzirão maiores quantidades de chuva.

Uma das principais razões é o facto de quanto mais quente estiver o ar, mais água pode conter. Além disso, muitos cientistas afirmam que as alterações na corrente de jato - as correntes atmosféricas que impulsionam os sistemas meteorológicos - conduzem frequentemente a que as tempestades se detenham sobre locais e despejem mais chuva. Estas alterações podem estar relacionadas com as alterações climáticas.

Alguns especialistas em hidrologia afirmam que o conflito entre as barragens antigas e as chuvas mais intensas está a tornar-se um problema cada vez mais frequente.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Sul da Califórnia já não via tempestade assim há 84 anos

Países preparam-se para a guerra? Noruega vai investir mais 52 mil milhões na Defesa até 2036

Anders Breivik perde processo contra Estado norueguês e continuará em confinamento solitário