EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Governo do Gabão impõe recolher obrigatório e corta a internet após votação em eleições gerais

Ali Bongo Ondimba, Presidente do Gabão, julho de 2023
Ali Bongo Ondimba, Presidente do Gabão, julho de 2023 Direitos de autor STEEVE JORDAN/AFP or licensors
Direitos de autor STEEVE JORDAN/AFP or licensors
De  Euronews com AFP, AP
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Em noite eleitoral, governo do Gabão impôs recolher obrigatório e cortou, por tempo indeterminado, a internet por "apelos à violência" e "difusão de desinformação".

PUBLICIDADE

O Governo do Gabão impôs um recolher obrigatório das 19h00 às 06h00, em todo o país, e suspendeu indefinidamente o acesso à Internet, no sábado à noite, altura em que terminava a votação para as eleições gerais. 

O anúncio foi feito, na televisão pelo ministro das Comunicações desta nação centro-africana. Rodrigue Mboumba Bissawou justificava a decisão afirmando ter havido apelos à violência e à difusão de desinformação. 

Os eleitores foram às urnas para eleger os novos líderes locais, os deputados nacionais e o próximo presidente do Gabão.

O atual presidente, Ali Bongo Ondimba, procura um terceiro mandato de sete anos para dar continuidade a uma dinastia política de 55 anos. Bongo chegou ao poder em 2009, após a morte do seu pai, Omar Bongo, que governou o país durante 41 anos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Tentativa de Golpe de estado no Gabão

Gabão: Ali Bongo toma posse após presidenciais muito contestadas

Gabão: Oposição contesta resultado das presidenciais na justiça