EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Membros da equipa técnica do selecionador espanhol de futebol feminino demitem-se

Em causa está a polémica de beijo não consentido.
Em causa está a polémica de beijo não consentido. Direitos de autor Alessandra Tarantino/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
Direitos de autor Alessandra Tarantino/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Treinadores e técnicos mostram solidariedade com jogadoras.

PUBLICIDADE

Um gesto inequívoco de condenação. Onze treinadores e técnicos da comissão do selecionador da equipa feminina de futebol, Jorge Vilda, que representou Espanha no Mundial apresentaram demissão.

Apoiam Jenni Hermoso, acusada de mentir no caso do beijo roubado por Luis Rubiales, presidente da Federação Espanhola de Futebol (RFEF), entretanto suspenso pela FIFA.

"Respeitamos, por completo, a decisão da FIFA. Reforça a posição do Governo espanhol em relação ao caminho que começámos neste caso. Está de acordo com as mais altas instâncias do futebol internacional. Diz que o caminho escolhido pelo governo espanhol é o caminho correto", sublinhou Victor Francos, secretário de Estado para o Desporto e presidente do Conselho Superior dos Desportos.

O comunicado, assinado por grande parte dos elementos da comissão técnica da equipa campeã mundial, acusa signatários da RFEF de os forçar a comparecer na assembleia geral extraordinária da última sexta-feira.

Acusam ainda a Federação de colocar mulheres na primeira fila para dar impressão de apoio a Rubiales.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ilha de Menorca: aldeia de Binibeca Vell com horário restrito de visitas durante o verão

Reconhecimento do Estado palestiniano é apenas um "pequeno passo", dizem espanhóis

O que está por trás da última polémica de Milei com o governo espanhol?