Primeira-ministra italiana visita Nápoles após ameaças de morte

Primeira-ministra esteve reunida com autoridades locais.
Primeira-ministra esteve reunida com autoridades locais. Direitos de autor Euronews
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Primeira-ministra de Itália esteve na cidade de Caivano, onde, no mês passado, duas primas, de 11 e 12 anos, foram violadas por seis jovens

PUBLICIDADE

De visita ao sul de Itália, a primeira-ministra Georgia Meloni prometeu melhorar a segurança num subúrbio de Nápoles.

Esteve na cidade de Caivano, assolada pela criminalidade e o tráfico de droga, onde, no mês passado, duas primas, de 11 e 12 anos, foram violadas por seis jovens.

A chefe do governo italiano encontrou-se com o pároco e outras figuras locais. Prometeu a reparação de um complexo desportivo, onde alegadamente ocorreram alguns crimes, mas entre a população nem todos lhe fazem fé.

Antes da visita, a própria primeira-ministra recebeu ameaças de morte.

Nas redes sociais também se multiplicaram críticas, desde os que apontam o dedo à primeira-ministra pela eliminação progressiva de rendimentos mínimos de sobrevivência aos que sugeriram cumprimentar Meloni com tomates podres.

A visita faz parte da tentativa de reafirmar o compromisso do governo de direita com o combate ao crime organizado.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Morreu o estilista Roberto Cavalli aos 83 anos

Greve em Itália após explosão mortal em central hidroelétrica

Dezenas de manifestantes anti-NATO entram em confronto com a polícia em Nápoles