EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Bélgica suspende acolhimento a requerentes de asilo solteiros do sexo masculino

Ativistas falam em decisão “desumana."
Ativistas falam em decisão “desumana." Direitos de autor olivier matthys/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
Direitos de autor olivier matthys/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Governo diz que já não tem capacidade de resposta e convida países como Portugal ou Suécia a fazer mais.

PUBLICIDADE

A Bélgica diz que tem feito a sua parte em matéria migratória e convida países como Portugal ou Suécia a fazer mais.

O governo anunciou, esta semana, a suspensão temporária do acolhimento de requerentes de asilo solteiros do sexo masculino.

Alega que já não tem capacidade de resposta e pede uma distribuição mais justa a nível europeu.

"Atualmente, a verdade é que não temos lugares suficientes, por isso tenho de tomar decisões difíceis, muito difíceis”, sublinhou a secretária de Estado para o Asilo e Migrações da Bélgica, Nicole de Moor.

O governo diz que vai dar prioridade às famílias.

Em Bruxelas, ativistas e requerentes de asilo manifestaram-se contra a decisão do executivo.

“Falam em reduzir o número de vagas, quando há locais e centros que estão fechados. Para nós isso é realmente deplorável”, ressalvou um representante dos requerentes de asilo.

O governo diz que o fluxo de requerentes de asilo nos últimos dois anos lotou os centros de abrigo com capacidade aproximada para 33.500 pessoas.

Muitas continuam a dormir na rua, expostas à chuva e ao frio.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Solteiros são os mais afetados por uma crise de custo de vida

Requerentes de asilo ocupam edifício em Bruxelas que vai ser evacuado.

Por que razão são frequentemente os homens que migram para a Europa?