Roménia confirma alegado drone russo em território nacional

Ministro da Defesa da Roménia, Angel Tilvar, no local onde foram localizados destroços de um drone alegadamente lançado pela Rússia
Ministro da Defesa da Roménia, Angel Tilvar, no local onde foram localizados destroços de um drone alegadamente lançado pela Rússia Direitos de autor AP/AP
Direitos de autor AP/AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Presidente romeno pede investigação "urgente" aos destroços do aparelho encontrado na fronteira com a Ucrânia. Klaus Iohannis diz que "grave violação da integridade territorial de um aliado da NATO" seria "completamente inadmissível".

PUBLICIDADE

A Roménia confirmou, esta quarta-feira, ter localizado na fronteira com a Ucrânia fragmentos do que parece corresponder a um drone lançado pela Rússia.

A admissão chega depois de, nos últimos dias, uma inspeção à zona de impacto, nas margens do rio Danúbio, ter localizado destroços do aparelho.

Mas, apesar das denúncias de Kiev que disse inclusive ter "provas fotográficas" de que drones russos lançados este domingo caíram na vizinha Roménia, o ministro romeno da Defesa, Angel Tilvar,  exclui haver "ameaça" a um membro da NATO.

Diretamente do local dos destroços, Tilvar afirmou ainda ser cedo para tirar conclusões e que a investigação é para continuar.

"O objetivo da investigação que estamos a fazer é precisamente esclarecer a origem e o tipo do drone, o momento em que os fragmentos caíram ali, porque não podemos falar de um equipamento na sua totalidade, estamos a falar de fragmentos de um equipamento que parece ser um drone.

Presidente da Roménia pede investigação "urgente"

Menos contenção nas palavras teve o presidente da Roménia. Depois de ainda esta terça-feira ter desmentido "categoricamente" Kiev sobre a queda de parte de um drone em território nacional, Klaus Iohannis pede agora uma investigação "urgente" ao incidente.

Em Bucareste acolhia a Iniciativa os Três Mares, cimeira que este ano incluiu também a Ucrânia - o chefe de Estado romeno  pronunciou-se sobre a gravidade de um eventual ataque russo.

“Se for confirmado que estes elementos pertencem a um drone russo, tal situação seria completamente inadmissível e uma grave violação da soberania e integridade territorial da Roménia, um aliado da NATO”, afirmou Iohannis.

A Roménia diz ter entretanto adotado "medidas adicionais" para reforçar o espaço aéreo e monitorizar "a situação nas proximidades das infraestruturas portuárias ucranianas".

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Destroços de drone militar encontrados perto de resort búlgaro

Roménia reforça defesa com novos sistemas Patriot

Mansão do rei Carlos III na Roménia reabriu ao público