EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Estações de metro dão lugar a salas de aula em Kharkiv

Estações de metro dão lugar a salas de aula em Kharkiv
Estações de metro dão lugar a salas de aula em Kharkiv Direitos de autor Mstyslav Chernov/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
Direitos de autor Mstyslav Chernov/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Segunda maior cidade na Ucrânia aposta no regresso às aulas presenciais com salas subterrâneas

PUBLICIDADE

Kharkiv é a segunda maior cidade da Ucrânia e está a de 25 quilómetros da fronteira com a Rússia, pelo que a ameaça da guerra está sempre presente. Ainda assim, o ano letivo que acaba de começar ficou marcado pelo regresso das aulas presenciais.

Muitas escolas na Ucrânia têm sido bombardeadas pela Rússia e restam na cidade pouco mais de 120 em condições, mas o regresso às aulas não teve lugar na escola.

Devido aos bombardeamentos constantes na região, o município decidiu jogar pelo seguro e instalou dezenas de salas de aula em pelo menos cinco estações de metro.

Há aulas para diversos níveis de ensino. Yegor Rastrorgui, está no 11.° ano, o último antes da entrada no ensino superior, e não esconde a satisfação:

“Depois de dois anos de aulas online, é muito chegar aqui e ver os olhos das pessoas. Podermos ouvi-los sem ser através dos auscultadores, mas com os nosso próprios ouvidos. Em princípio, desta forma é muito mais fácil de estudar.”

A sua escola está preparada para receber 400 alunos, Olha Belykh é a diretora:

“Os pais estão satisfeitos com o facto de os filhos poderem estudar e preparar-se para um teste multidisciplinar. Os pais estão felizes. É importante para os pais e para os filhos. A comunicação é muito importante para as crianças hoje em dia. A socialização é necessária, porque durante a guerra as crianças não puderam trabalhar muito em grupo, em equipa.”

Mesmo em tempo de guerra, as crianças puderam voltar à escola.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ataque russo com mísseis faz seis mortos em subúrbio de Kharkiv

Guerra na Ucrânia: dez mil pessoas obrigadas a abandonar Kharkiv

Putin diz que não quer tomar cidade de Kharkiv