EventsEventosPodcast
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Má gestão e corrupção terão amplificado tragédia na Líbia

Membro de uma equipa de resgate entre os escombros em Derna.
Membro de uma equipa de resgate entre os escombros em Derna. Direitos de autor KARIM SAHIB/AFP or licensors
Direitos de autor KARIM SAHIB/AFP or licensors
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Investigações preliminares de colapso de barragens de Derna aponta para má gestão e corrupção

PUBLICIDADE

Resultados preliminares das investigações sobre o colapso das duas barragens de Derna, na Líbia, levantam dúvidas acerca de má gestão e corrupção, que terão deixado as estruturas fragilizadas.

Enquanto continuam as operações para recuperar vítimas entre os escombros da cidade, devastada pelas mortíferas inundações provocadas pela tempestade Daniel, continuam a surgir relatos da tragédia.

Abdul Salam Anwisi, sobrevivente de Derna, conta como escapou das águas: "O meu apartamento é no quarto andar. A água atingiu aqui os dois metros de altura. Levámos as famílias para as escadas e depois para o telhado."

O Crescente Vermelho estima pelo menos 11.000 mortos e mais de 10.000 pessoas ainda dadas como desaparecidas.

Equipas internacionais de mergulhadores começaram a recuperar cadáveres no porto de Derna, mas o trauma sente-se também entre os socorristas.

Claire Nicolet, porta-voz dos Médicos Sem Fronteiras:"O que é realmente impressionante é ver a que ponto as pessoas estão chocadas e traumatizadas. Mesmo nos centros de saúde, de momento, o pessoal morreu ou é incapaz de trabalhar."

A assistência internacional chega lentamente ao terreno. Este fim-de-semana, uma equipa francesa instalou um hospital de campanha em Derna, mas a tragédia alargou-se este domingo às equipas de resgate, com cinco socorristas gregos que perderam a vida num acidente de automóvel na Líbia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Roma acolhe quase uma centena de migrantes que estavam refugiados na Líbia

Duas semanas após a catástrofe, Líbia recupera dezenas de corpos no mar

Centenas de manifestantes em Derna num protesto contra as autoridades