EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Conflito em Nagorno-Karabakh termina "se separatistas se renderem", diz presidente do Azerbaijão

Menina abraça familiar sentada num abrigo durante um bombardeamento em Stepanakert, em Nagorno-Karabakh.
Menina abraça familiar sentada num abrigo durante um bombardeamento em Stepanakert, em Nagorno-Karabakh. Direitos de autor Siranush Sargsyan/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
Direitos de autor Siranush Sargsyan/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
De  Verónica Romano
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Baku lançou operação militar em Nagorno-Karabakh depois de violentos confrontos na região esta terça-feira

PUBLICIDADE

O presidente do Azerbaijão diz que a ofensiva do país em Nagorno-Karabakh "terminará se os separatistas arménios se renderem". 

Baku lançou uma operação militar na região depois dos violentos confrontos de terça-feira. Embora seja internacionalmente reconhecido como azeri, Karabakh é um território separatista. 

António Guterres, secretário-geral das Nações Unidas, apela ao "fim imediato dos confrontos". A União Europeia, a Rússia e os Estados Unidos também pedem o cessar-fogo. 

Na noite de terça-feira, milhares de arménios protestaram em frente ao Parlamento. O povo exige a demissão do primeiro-ministro pela traição em Nagorno-Karabakh.

O receio de uma nova guerra na região aumenta.

Outras fontes • AFP

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Europa vai enviar uma missão civil à região de Nagorno-Karabakh

Prosseguem os combates em Gaza apesar da decisão do TIJ que obriga Israel a pôr termo à ofensiva em Rafah

ONU aprova resolução destinada a assinalar genocídio de Srebrenica