EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Alemães perplexos com mistério do atirador de sanduíches em série na autoestrada

Há seis meses que um misterioso condutor atira sanduíches não consumidas para fora do seu carro no norte da Alemanha, deixando os habitantes perplexos.
Há seis meses que um misterioso condutor atira sanduíches não consumidas para fora do seu carro no norte da Alemanha, deixando os habitantes perplexos. Direitos de autor Euronews
Direitos de autor Euronews
De  Giulia Carbonaro
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Artigo publicado originalmente em inglês

Há seis meses que, entre as aldeias de Königsborn e Heyrothsberge, no noroeste da Alemanha, são encontradas sanduíches descartadas, aparentemente atiradas pelo mesmo condutor. Os habitantes locais estão frustrados e intrigados.

PUBLICIDADE

Nos últimos seis meses, um curioso incidente tem-se repetido na autoestrada B184, perto da cidade alemã de Magdeburgo, capital do estado da Saxónia-Anhalt.

Com uma regularidade assustadora, aparecem na berma da estrada sanduíches abandonadas - a que os alemães chamam "Butterbrot" - aparentemente atiradas pelo mesmo condutor não identificado.

Para as testemunhas deste pequeno mas desconcertante incidente, não há dúvida de que o suposto atirador de sanduíches é sempre a mesma pessoa. As sanduíches encontram-se sempre entre as aldeias de Königsborn e Heyrothsberge e estão sempre embrulhadas em papel de alumínio.

Outras coisas mudam - por exemplo, o que está dentro das mesmas.

Os meios de comunicação social locais referem que, por vezes, são recheadas com queijo, outras vezes com salame ou salsichas. Por vezes, estão intactas, outras vezes são mordidas.

Por vezes, as sanduíches intocadas são encontradas nos jardins privados das pessoas - o que aumenta a fúria dos residentes contra o atirador anónimo, que "ataca" sempre nos dias de semana e antes das 06:00, o que sugere que pode estar a caminho do trabalho.

Holger Becker, de 59 anos, presidente do clube de futebol de Heyrothsberge, disse ao jornal alemão Bild que as sanduíches deitadas fora aterram frequentemente no seu campo, aumentando o trabalho dos voluntários que têm de as limpar.

"Fazemos tudo aqui numa base voluntária e mantemos o nosso espaço nós próprios", disse. "É muito incómodo para nós."

Enquanto algumas pessoas estão claramente frustradas com a contínua deposição de lixo, o mistério do lançamento da sanduíche também tem fascinado outros, com especialistas a ponderar a razão pela qual alguém faria tal coisa.

Anke Precht, psicóloga, disse ao jornal Bild que é possível que o condutor tenha recebido a sanduíche de alguém, talvez de um ente querido, embora não tenha gostado. O condutor pode ter perdido a oportunidade de dizer à outra pessoa que não gostava da sanduíche e agora tem de viver com as consequências desse mal-entendido.

Mas os habitantes locais continuam perplexos, com um residente da aldeia de Königsborn, Thomas Wilk, a dizer ao jornal: “porque é que deixam alguém fazer sanduíches se não as querem comer?"

Por fim, não é só a população local que está irritada com o ato de atirar sanduíches.

Atirar lixo de um carro em movimento é, na verdade, um crime no estado alemão da Saxónia-Anhalt. O que significa que, se alguma vez for encontrado, o condutor anónimo poderá enfrentar não só a fúria dos habitantes locais - mas também uma multa de até 400 euros.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Maximilian Krah expulso: AfD nomeia novo chefe da delegação do Parlamento Europeu

Alemanha prepara-se para "todas as ameaças possíveis" durante o Euro 2024

Cheias na Alemanha: nível das águas do Danúbio sobe quase seis metros na Baviera