EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Extrema-direita regressa ao Senado de França

Eleições indiretas para o Senado francês decorreram no domingo, 24 de setembro
Eleições indiretas para o Senado francês decorreram no domingo, 24 de setembro Direitos de autor Geoffroy Van der Hasselt / AFP
Direitos de autor Geoffroy Van der Hasselt / AFP
De  Euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

União Nacional assegurou três lugares no Senado francês, após as eleições indiretas de domingo, 24 de setembro.

PUBLICIDADE

A extrema-direita está de regresso ao Senado francês. Os primeiros resultados das eleições indiretas deste domingo deram à União Nacional, de Marine Le Pen, três lugares na Câmara alta, onde a direita mantém o controlo, apesar da perda de cinco senadores.

Os primeiros resultados dão 140 assentos para os Republicanos. O Partido Socialista deverá manter-se a segunda força, com 64 eleitos A nível nacional, os ecologistas passam de 12 para pelo menos 15 senadores.

Com as eleições indiretas ficam para já determinadas 170 das 348 cadeiras do Senado francês. Os restantes lugares serão decididos numa segunda fase, em 2026.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Senado francês aprova reforma do sistema de pensões

Senado francês lembra vítimas do regime nazi na Ucrânia e aponta o dedo a Kiev

Senado não aprova plano para o fim do confinamento